Como já era de se esperar nesta revolução digital que esta acontecendo, a maneira como os profissionais de marketing trabalham vem sendo afetada pesadamente. E vai além, afeta o negócio e todos os outros departamentos que atuam no ecossistema da empresa.

Para buscar um atalho de crescimento neste cenário, o papel do growth hacking é fundamental. Pois é, mas para o ”Growth Hacker” entrar em ação, ele precisa de um combustível chamado ”Retroalimentação”. Este combustível analítico e baseado em dados vem de um processo de incansáveis testes, além de um alto grau de automação tecnológica e uma forte ação de intuição e criatividade.

Então, se você tem ou trabalha em um negócio de produção/execução em 100% do tempo, seu negócio está em “loop operacional” e não pensa em formas mais eficazes de executar e nem mesmo de crescer. Há também o agravante de não se coletar e estudar o feedback de informações gerado pela dinâmica operacional.

A ação do ”Growth Hacker” na retroalimentação é utilizar os visitantes, clientes e o seu negócio a aperfeiçoarem os produtos atuais e a criarem algum serviço ou produto novo.

Para não passar em branco, escrevo duas dicas de como ”retroalimentar” o seu negócio:

Entenda seu público

Para expandir os seus negócios rapidamente, você precisa entender exatamente o que seu público-alvo precisa. Seu negócio torna-se mais fácil de comercializar se você souber precisamente quem é seu alvo.

Postagens

Desenvolva uma ação que incentive os clientes a compartilhar seus produtos e serviços com seus amigos e familiares. Dependendo do valor que você deseja alcançar, incentive os clientes a gerar novos leads para o seu negócio.

Basicamente, a retroalimentação de informação é o combustível para o crescimento do seu negócio.

Deixe uma resposta